Como contratar as pessoas certas se você busca transformar sua empresa? Muitas vezes caímos em erros comuns, que nos fazem perder tempo e dinheiro. Entenda aqui  qual o perfil ideal das pessoas que vão ajudar você a transformar sua empresa.

Contratar pessoas é um processo arriscado: exige tempo, processos e investimentos por parte do líder, do RH e dos próprios candidatos. Por isso, ter o perfil correto antes de começar o processo é ideal.

Segundo dados da Wyser, agencia de recolocação de executivos, contratar uma pessoa errada pode custar até 3 vezes o salário dela. Este é o tempo mal gasto em planejamento do perfil correto, as entrevistas e depois a integração e finalmente o tempo de perceber que a pessoa não se encaixa no cargo.

Afinal, tempo, não só no mundo das startups, é o investimento mais precioso.

Por isso, saber contratar o perfil certo de pessoas para uma gestão empreendedora é fundamental.

Saber quem contratar para gerir seu negócio à maneira das startups e, principalmente, quem não contratar.

E é comum, na urgência, e na vontade de acertar, buscar figura do expert.

Eu mesmo era um, quando trabalhava em uma grande organização com mais de 300 mil pessoas e era absolutamente apaixonado pelo que eu trabalhava.

Os experts funcionam bem em uma gestão tradicional 

Experts funcionam muito bem em uma gestão tradicional, ou seja, com um plano bem determinado, onde se sabe qual é o processo exato que deve ser executado. Para isso, eles são as melhores pessoas para dizer porque determinado projeto ou processo ou fluxo de trabalho não vão funcionar.

Qual o impacto de contratar apenas pessoas experts?

Se você busca o mindset ágil, ou mais do que isso,  uma gestão empreendedora, precisa buscar  times multifuncionais que conseguem conviver com pessoas que não são necessariamente da área deles. E essas pessoas começam a descobrir a partir do problema encontrar uma solução e executar para a resolução deste problema.

E não existem processos nem projetos pré-determinados em uma startup ou quando você está inovando.

As startups aparecem como instituições feitas por pessoas para construir algo novo em um ambiente absolutamente incerto. Esta é a definição de Eric Ries, autor do livro Startup Enxuta. O seu novo livro, “The Startup Way” que será lançado no próximo mês, aborda justamente este assunto.

Todas as vezes que se busca numa pessoa essencialmente àquela habilidade, somente para resolver àquele problema específico, se trava, por conseqüência, a inovação, ou a forma como a equipe como vai evoluir.

Contrate as pessoas para buscar transformação

Além de inovação, busque transformação. A mentalidade da gestão empreendedora quer muito mais do que apenas criar times multifuncionais, quer criar uma nova maneira de trabalhar, onde o senso de responsabilidade é muito mais forte.

Aquela pizza divida em uma noite de trabalho após o horário, consegue criar um senso de ownership, senso de dono dentro do “entregáveis” muito maior do que aquela pessoa que só foi contratada para fazer àquele determinado job, naquele determinado horário.

Todas as vezes que você contrata uma pessoa responsável por pensar, idear e transformar, você consegue, além de acelerar a transformação em uma empresa, fazer com que esta pessoa evolua muito mais.

Este conselho não é só para contratar pessoas dentro de uma startup

Este movimento vem acontecendo não só em startups; empresas modernas que buscam a liderança empreendedora, com centenas ou milhares de funcionários, mudaram sua maneira de contratar pessoas.

Mude sua maneira de contratar pessoas

Crie equipes multifuncionais, com pessoas que conseguem se ver como donos dos projetos que estao sendo liderados (ou mini CEOS), e que consigam trabalhar com pessoas de outras áreas, essencial para a transformação do negócio.

Para acelerar a inovação na sua empresa, repito: não contrate experts

Comece sua Jornada Empreendedora

Aprenda com Felipe Barreiros as Habilidades Essenciais para se tornar um Líder Empreendedor